TINTA, ROLO E PINCEL

por Luciana Costantin

 

Quando decidimos pintar uma parede de casa somos tomados por uma mistura de sentimentos, de um lado a nossa criança, com vontade de experimentar, brincar e poder colocar em prática aquele desejo de sair colorindo o mundo, e a nossa versão madura, com receio de não conseguir, de não ter habilidades manuais e de não ter tempo de finalizar. A boa notícia é que podemos transformar as preocupações do “eu-maduro” em planejamento para que o “eu-criança” possa usufruir do momento pintura com leveza, tranquilidade e prazer.

Felizmente, pintar é uma tarefa relativamente simples (e prazerosa!), e pode ser realizada por qualquer pessoa com o mínimo de habilidade manual.  Mas para que seja um momento gostoso de deixar o ambiente com a nossa cara, vou te ajudar com uma listinha de materiais, o passo-a-passo e algumas dicas.

“Listinha” de Materiais:

  • Roupas e sapatos confortáveis, que possam sujar (respingar tinta)
  • Boné, óculos de proteção e luvas (para quem não pretende sujar os cabelos, os cílios, as mãos e as unhas)
  • Tinta* latéx (preferidas para ambientes domésticos) ou epóxi (+ usadas em áreas que recebem mais umidade como cozinhas e banheiros, áreas externas)
  • Massa Corrida (já vem pronta na lata e é só seguir as instruções do fabricante na embalagem) e Tinta Primer (fundo, pergunte para o vendedor)
  • Pincel achatado e com cerdas (pelos) retos para cantos e áreas menores (os com cerdas sintéticas oferecem boa relação custo benefício)

 

  • Esponja e detergente neutro para limpar as superfícies e eliminar excessos de tinta (estopa e panos de limpeza também são bem-vindos)
  • Fita crepe (prefiro a com 5cm) para forrar e isolar superfícies
  • Espátula para preencher rachaduras e buracos
  • Chaves de fenda (para ajudar a abrir as latas de tinta e retirar os espelhos das tomadas)
  • Lixas (existem vários tipos para aplicações diversas, pergunte para o vendedor)
  • Escada e Tesoura domésticas

Passo a Passo:

  1. Identifique todas as imperfeições nas superfícies (tetos, paredes, portas, janelas e batentes) antes de começar. Coloque um pedaço de fita adesiva colorida perto da imperfeição para marcar o local e retire quando tiver feito o reparo.
  2. Preencha os buracos e as trincas das superfícies com a espátula e a massa corrida, espere secar (cerca de 30 min) e lixe até ficar lisinho.
  3. Remova toda a tinta solta com a espátula e a lixa. Se a parede estiver manchada, dê uma mão de tinta primer para selar a superfície (fundo).
  4. Prepare e isole toda a área a ser pintada com a fita crepe e a lona preta para garantir que as superfícies em volta não ficarão respingadas / manchadas.
  5. Retire todos os espelhos de tomadas e luminárias (ou isole a luminária com plástico e fita crepe – cuidado para o calor da luminária não derreter o plástico!).
  6. Remova todos os móveis e objetos pequenos do ambiente. Os maiores podem ser colocados no centro do ambiente e cobertos com plástico.
  7. Comece pelos batentes de portas e janelas que, em geral, têm mais detalhes e são mais difíceis de cobrir com a tinta. Aplique a tinta primeiro no centro e perto da borda horizontalmente e, então, puxe para as bordas verticalmente, para controlar o excesso e obter um resultado mais uniforme. Prefira o pincel e/ou a esponja ao rolo para a aplicar a tinta com mais facilidade e controle.
  8. Pinte os forros antes de pintar as paredes. Aplique a tinta usando o rolo em todas as superfícies mais amplas e fáceis de alcançar, sempre no sentido das bordas para o centro.
  9. Deixe a tinta secar (veja as instruções do fabricante na embalagem) antes de decidir se aplicará uma 2a demão de tinta.
  10. Retire a fita crepe com cuidado (e voilà… parede nova!)

Dicas:

  • Quando for escolher a cor da tinta, reduza as opções usando o catálogo de paleta de cores das tintas disponível nas lojas especializadas. Vale a pena comprar de 03 à 04 amostras (testes) das tintas antes de fazer sua escolha definitiva. As tintas parecem diferentes quando aplicadas na parede, dependendo do material da superfície, das cores anteriores, da luminosidade e das cores dos outros objetos do ambiente. Assim que você escolher a cor definitiva certifique-se de que o vendedor marcou o nome ou a fórmula da tinta na lata, caso seja necessário comprar mais.
  • Se faltou tinta e você vai ter que comprar mais, seja fiel a marca e ao acabamento (fosco, acetinado…) escolhidos anteriormente e, sempre que possível, tente voltar na mesma loja da 1a compra. É comum dar diferença de tonalidade de uma marca para outra e de uma loja para outra.
  • Cuidado para não manchar ou danificar as pias de banheiro e cozinha na hora de lavar os pincéis, rolos e bandejas. Dê preferência para um tanque de louça ou balde com água. Para limpar a bandeja com facilidade, cubra-a com papel alumínio e jogue fora quando terminar o serviço.

 

  • Limpe todos os pincéis, rolos, esponjas e acessórios com água (tintas latéx) ou solventes (tinta esmalte / resinas). Deixe todo o material secar completamente antes de guardar.
  • Se o trabalho de pintura não terminou e vai ser retomado em até 24h, os pincéis podem ser embrulhados em papel alumínio sem limpeza. Caso o serviço prossiga dentro de alguns dias, os pincéis podem ser embrulhados e colocados no freezer.
  • Não demore para retirar a fita crepe utilizada no isolamento das áreas durante a pintura. A parte adesiva pode acabar removendo “pedaços” da tinta ou manchando a superfície de contato.
  • Durante a pintura, tente deixar a lata de tinta sempre no mesmo lugar, isso diminui as chances de chutar a lata acidentalmente, espalhando a tinta pela lona plástica / piso.
  • Jogue fora com segurança todos os resíduos. Embrulhe o material usado na aplicação e limpeza da tinta látex em sacos plásticos. Verifique a melhor forma de descartar os solventes.
  • Deixe as latas vazias de tinta látex secando ao sol. Depois retire a camada seca de tinta e descarte. A lata limpa deve ser reciclada.

Pronto! Agora é só colocar a mão na massa!

A pintura da primeira parede vai exigir mais esforço, talvez o resultado traga um pouco de frustração para os mais perfeccionistas, talvez coloque você diante de habilidades esquecidas, desperte sua criatividade, a sua criança, ofereça um momento de introspecção e quietude.

Ou só sirva como experiência, e você passe a valorizar os serviços de pintura numa próxima contratação.